sábado, 4 de dezembro de 2010

Fadas





A palavra fada vem do latim fata, que deriva do vocábulo fatum, que significa fado oudestino.
A palavra fada define um ser fantástico, com forma de mulher, a qual se lhe atribuem poderes mágicos.

No folclore inglês, o termo fada refere-se a um amplo número de seres feéricos: elfos, dragões, sereias, selkies e outros.
Segundo a região que habitam os seres feéricos, podem adotar diferentes nomes: os Brownies, duendes que ajudam nas tarefas domésticas, são parentes dos Bwca de Gales e os Bodach, das Higlands Escocesas.
A fada é um ser mitológico, característico dos mitos célticos, anglo-saxões, germânicos e nórdicos.
De todos os seres feéricos, são doze as fadas deste séquito, e seus nomes são os seguintes:
· Lull, a fada protetora.
· Licke, a fada cozinheira.
· Skilly, a fada capturada.
· Sili Ffrit, a fada que conhece os nomes secretos.
· Sib, a fada porta voz.
· Habetrot, a fada fiandeira.
· Gille Dubh, a fada dos bosques.
· Gull, a fada arteira.
· Pinch, a fada das mudanças.
· Cluricaune, a fada solitária.
· Aine, a fada do lago.
· Mab, a Rainha das fadas.
Cada uma possui caraterísticas próprias; a hospitalidade é uma das virtudes valorizadas pelas fadas, por isso devem ser bem recebidas: um lar limpo, recém varrido, com um tranquilo fogo no inverno crepitando na lareira, e boa ventilação na casa no verão, assim como também água fresca para beber, leite, pão fresco e macio.

Nomes das fadas



FADA: AGUANE
Fada que possui forma e medida humanas, com aspecto sedutor. Possui uma longa cabeleira, doce voz e grandes seios que alcançam até o joelho. Seu único defeito é ter os pés voltados para trás. Habita a zona italiana de Trentino. Só é visível às sextas-feiras e junto aos rios, já que elege esse dia para em suas margens colocar sua roupa para secar. Ela é considerada a defensora da natureza e pode voltar-se contra aqueles que contaminam as águas onde vive. Então pode trocar a forma, convertendo-se numa mulher muito velha e feia que ataca os homens. Inclusive pode chegar a enrolar seus longos cabelos nas pernas do indivíduo e arrastá-lo para o fundo das águas e matá-lo. Em algumas regiões dos Alpes recebe os nomes de Vivene, Pantegane e Bregostene. É uma fada associada FERLITIDADE.

FADA: AINE
Fada que habita com sua irmã Fenne nas margens do Lago Gur de Gales. É uma mulher muito bela, de longos cabelos dourados que se penteia junto à margem com um pente de ouro. Ela era adorada na véspera do Solstício de Verão (HN) e aparecia na noite de São João. Rainha dos reinos encantados e a mulher do Lago, é uma fada do amor, da fertilidade e do desejo. Possui um caráter benévolo, porém deve-se ter cuidado ao invocá-la, pois ela possui o poder de converter as pessoas em animais. Fada muito poderosa, cujos símbolos mágicos são: "A égua vermelha", plantações férteis, o gado e o ganso selvagem. RItual: Para chamá-la bata três vezes no tronco de uma árvore com flores brancas.

FADA: ANNA
É uma fada-rainha dos ciganos húngaros. Ela é descrita como uma mulher muito bela e escuros olhos e pele negra. Habita um recôndito e oculto castelo, onde guarda grandes riquezas. Essa fada nos presenteia com muita prosperidade e sucesso profissional. RITUAL: para esse ritual, você precisará de uma pedra, uma vela vermelha e um galho de árvore grosso de uns 25 cm. Acenda a vela e observe a chama queimando por alguns instantes, depois pegue o galho e talhe nele as palavras: SUCESSO, DINHEIRO, ou aquilo que se dispõe a conseguir de bem material. Agora apanhe a vela e cubra a pequena pedra e as palavras que escreveu no galho com cera quente. Experimente então, a fronteira da consciência onde se encontram a cera quente (elemento fogo) e os objetos que representam a terra. Para encerrar o ritual, enterre a vela o galho e a pedra.

FADA: ANJANA
É a fada que personifica a bondade. Possui um rosto belo e atrativo, com longos e muito finos cabelos claros e de pele branca. Mede entre cinqüenta até cento e sessenta centímetros de altura. Aparece vestindo uma túnica comprida na cor branca, usa sandálias e geralmente leva em uma de suas mãos um bastão colorido com propriedades mágicas. Adorna seus cabelos com guirlandas de flores silvestres de diversas cores. Se alimenta de mel e frutas do bosque. Elas ajudam a encontrar o caminho de volta à todos aqueles que se perdem em seus bosques. Socorrem os enfermos com uma bebida milagrosa, cuidam dos rebanhos e limpam as fontes e os arroios. Dizem que as anjanas conhecem a linguagem da natureza e podem conversar com os animais e as fontes. Premiam as pessoas generosas e de bom coração. Vive em grutas ou covas secretas onde guardam fabulosos tesouros. É a fada que tem o poder de conceder DESEJOS e de CURAR.

FADA: ARAPTES
Fada natural da Sibéria. É uma jovem muito bonita, com tamanho semelhante de uma mulher normal e de graciosas formas. Vive nas proximidades das correntes de água. É protetora da natureza. RITUAL: Ofereça-lhe um pãozinho de centeio com um pouco de mel. Coloque a oferenda ao pé de qualquer árvore.

FADA ARGAY
Argay tem o poder de emitir vibrações de sucesso e auto-confiança. Pode ser invocada para nos livrar de pensamentos negativos, para nos ajudar a sair da depressão e para termos uma visão da vida mais clara e mais otimista. Ritual: a cor dessa fada é azul, portanto acenda uma vela azul com seu nome escrito de cima para baixo e faça um pedido. Pode acender um incenso de flores.

FADA: ARIANRHOD
Fada galesa marinha que habita as profundezas dos lagos. Se encontra unida ao destino dos homens. Seu refúgio é um castelo no fundo da água, onde guarda seus conhecimentos sobre o futuro de cada pessoa. Ela representa os elementos Ar e Água. Na tradição celta, essa fada é uma Deusa que se apresentava de dupla forma, como Virgem e Mãe, Padroeira da Lua, da Noite, da Sexualidade, da Justiça, da Magia e do Destino. Mais tarde, é apresentada como uma Deusa-Mãe, girando a Roda de Prata e transformando-a em uma barca lunar. Seus símbolos são a Lua Crescente, as estrelas e os raios da lua. Ritual de proteção: Vista um peça do vestuário na cor verde-claro nas sextas-feiras.
FADA: ARIFA
Fada doméstica natural de Marrocos que se dedica a cuidar das famílias com as quais convive, pois sente especial predileção por eles. É uma fada associada à PROSPERIDADE e a ABUNDÂNCIA. RITUAL: Ela gosta muito de restos de bolo de aniversário, portanto quando realizares esse tipo de festividade não esqueça de guardar um pedaço para ela. Deve colocar o pratinho ao lado de um vaso bem florido.

FADA: ARIL
Fada que impera sobre os ventos portadores de novidades. A graça e a leveza de Aril favorece as relações eficazes e duradouras. Os protegidos dessa fada sabem o que fazer para alcançar os seus propósitos, já que Aril os dota de poderes para desenvolver a inteligência e a capacidade de expressão. Com pouco esforço, ela o ajudará a ser um grande líder. Aril proporciona êxitos imediatos, mas também pode levá-los mais rápido do que o vento, se você não for merecedor. Aril é a Princesa dos Espíritos Silfos que nos presenteia com a sua vivacidade e bom humor. Em cada sucesso alcançado, sente-se o hálito de Aril. Os Silfos (elementais do ar) são os espíritos guardiões de março. Quando chove durante a noite, há uma festa dos silfos. Não reclame! E Os antigos acreditavam que as chuvas e tempestades de março eram benéficas e mágicas, trazendo bênçãos dos céus. Recolha dessa água e use-a em suas magias.

FADA: ASRAI
Fada aquática muito bela e delicada, que habita os rios e lagos da Grã-Bretanha. Mede em torno de vinte centímetros de altura. Seus cabelos são longos e de coloração verde e apresenta os pés cobertos por uma membrana, semelhantes aos pés dos patos. Somente sai de noite e quando não há lua cheia, pois a luz pode causar-lhe um dano irreparável. Por isso, se há um mero fragmento de luz, volta a submergir na água. Se tiver contato direto com o sol se converte em um charco de água e desaparece. Ritual: A Fada Asrai é a protetora de nossos sonhos, evitando que tenhamos pesadelos. Para conseguir sua proteção acenda uma vela verde à margem de um rio ou lago, em uma noite de lua minguante.

FADA: ÁUREA
Áurea é a fada que habita a flor conhecida como botão de ouro. É descrita como uma menina de cabelos loiros e aspecto sonhador e romântico. Usa um vestido feito com sedosas pétalas amarelas e apresenta duas asas duplas de borboleta. Essa fada proporciona melhoria aos enfermos e ajuda a aumentar o amor próprio. Conta com a particularidade de ter em suas asas um pó semelhante aos dos lepidópteros e sem o qual não poderiam voar. RITUAL: Siga a primeira borboleta que passar em sua frente, aguarde até que ela pose em um flor e, pedindo licença para natureza, leve-a consigo como um talismã.

FADA: BANSHEE
Fada irlandesa cujo nome significa "Mulher Fada". Adota o aspecto de uma mulher anciã, de rosto muito enrugado e feio, com o cabelo de cor vermelha e tez muito pálida. Possui um só dente na boca, seu nariz é demasiado grande e seus peitos totalmente desproporcionais, que caem até os joelhos. Seus olhos são de cor vermelha e sempre estão chorando. Aparece vestida com roupas verdes e uma capa cinza. Seu grito é presságio de morte para quem o escuta ou para um membro de sua família. Ela é conhecida também com os nomes de "Pequena Lavadeira do Valo" por que pode ser vista lavando as vestes de quem vai morrer. Também existe nas Terras Altas da Escócia, e ali recebe os nomes de "beannighe" ou "bean nighe".

FADA: BEFANA
O nome Befana é derivado do epifania da palavra, o nome italiano para o festival religioso do Epiphany. Antes da tradição do Papai Noel, as crianças italianas recebiam presentes na noite de natal da fada Befana. Mas isso, se houvessem se comportado bem durante todo o ano, caso contrário a fada deixava carvão no lugar dos brinquedos. Sua lenda está vinculada com o nascimento de Jesus Cristo. Conta-se que uma noite viu no céu uma estrela de luz muito brilhante e em seguido apareceram à sua porta uma caravana conduzida por três homens sábios que convidaram Befana para juntar-se à eles. Mas a fada estava tão ocupada que recusou o convite, mas em seguida arrependeu-se. Preparou uns presentes para o menino recém-nascido, pegou a vassoura para ajudar à mãe a limpar o lugar e partiu. Procurou e procurou pelo bebê Jesus e cansou-se. Foi então que anjos surgiram da luz brilhante da estrela e fizeram com que Befana voasse pelo céu montada em sua vassoura. Mesmo assim, a fada não encontrou o bebê divino, mas continua procurando até hoje e, a cada ano, na época do Epiphany, ela vai de casa em casa onde haja uma criança para ver se é a que procura. Embora nunca seja, Befana deixa um presente para cada uma. De alguma forma sua procura não é em vão, pois o espírito do Menino Jesus pode ser encontrado em todas as crianças. RITUAL: Befana também gosta de receber um agrado, portanto na manhã de Natal bem cedinho, coloque na janela um vaso com flores de natal, junto com balas e doces.

FADA: BIANCA
A fada Bianca é descrita como uma menina de cabeleira ruiva coberta com um gorro de folhas com forma triangular. Seu corpo é de uma criança e veste-se com roupas singelas. Ela é considerada a fada protetora dos bebês. RITUAL: Deixe embaixo do berço do bebê um copo com água e mel.

FADA: BRANWEN
Fada irlandesa considerada a Senhora da Primavera. É uma mulher jovem, muito esbelta, que se apresenta vestida de verde, se adorna com pedras preciosas e cobre a cabeça com um penacho de flores de variadas cores. Cuida e protege a fecundidade das mulheres. Só podemos vê-la quando chega a primavera, já que quando acaba a estação ela desaparece. Seu animal de poder é o corvo branco. Ritual de Proteção: Todas as sextas-feiras use uma roupa de cor rosa ou acenda um incenso de rosas.

FADA: BUKURA
Fada albanesa muito poderosa, cujo nome significa "Beleza da Terra". Possui grande beleza e é muito benévola. Se mostra sempre disposta a ajudar os homens em qualquer de suas atividades. O Deus supremo Tomor é seu amante. Algumas vezes aparece associada ao subterrâneo, apresentando aspectos demoníacos. Ela é também um símbolo da felicidade. RITUAL: Peça-lhe para lhe trazer muita sorte no amor escrevendo em um papel azul uma poesia. Depois coloque-o na gaveta onde guarda suas roupas íntimas.
FADA: CAILLEACH
Fada das Terras Altas da Escócia, onde é considerada a Rainha do Inverno, justamente porque só pode ser vista nessa época do ano. Sua forma é de uma mulher jovem e bela, com uma longa cabeleira branca e rosto azulado pelo frio. É benévola com os homens. Existe outra Caillech na ilha de Man, onde se acredita ser um elemental do ar com poder sobre o clima. No dia de Cailleach, 01 de novembro, peça que leve embora todo o mal de dentro e de fora de você, escrevendo num papel o que acreditar que é ruim; queime então o papel na chama de uma vela de cor escura, e em seguida lave as mãos com água e sal.

FADA: CAOINEAG
Fada das Terras Altas da Escócia, que pode se ouvir gemer na escuridão junto às cascatas, sem poder vê-las. Ela é descrita como uma mulher de pequeno tamanho, trajando um vestido curto de cor verde e com uma touca branca na cabeça. A tradição escocesa considera que escutar seus lamentos é sinônimo de desgraça familiar, ou premonição de uma morte. Como não se pode vê-las ou aproximar-se delas, é impossível pedir-lhe três desejos, como se faz com as demais banshee. RITUAL: como novembro é o mês escolhido para homenagearmos os mortos, o ritual a ser feito é uma visitação aos túmulos de nossos ancestrais e adorná-los com lindas flores, agradecendo a fada Caoineag por acompanhar com carinho nossa família e pedir que quando for a nossa vez de acompanhá-la, que nosso sofrimento seja breve.

FADA: CARLIN
Fada escocesa considerada a Rainha do Outono. Aparece como uma jovem muito bela, esbelta, que aparece vestida de folhas secas e musgo. Se adorna com frutos da estação encontrados nos bosques. Só aparece no outono e gosta de dançar entre as árvores, levantando e criando redemoinhos com as folhas secas. RITUAL: Para atrair essa fada escute músicas com flauta e dance chamando seu nome.

FADA: CLIODHNA
Cliodhna é uma fada-gaivota. Seu nome significa algo bem formado, pois ela é a mulher mais bonita que já se viu quando toma a forma humana. Uma grande onda do mar a varreu para longe, para o Outro Mundo das terras encantadas, a um lugar na costa Sul da Irlanda. Por causa disso, ela governa a nona onda de cada série de ondas. Ela também possui três pássaros mágicos, os quais cantam nos sonhos dos doentes, fazendo-os melhorar. Ela é a Rainha de Munster. Além dos pássaros, possui como símbolo a maçã. RITUAL: Entre em alfa e visualize três pássaros dourados voando sobre você. Escute o som de seu canto e depois peça saúde e proteção para você e toda a sua família. Como oferenda jogue sementes de girassol ao ar livre para que os pássaros possam comê-las.

FADA: DAMA DE CASTRO
É uma fada galega que habita um palácio de cristal situado debaixo de algum castro, ou seja, as torres derrubadas da Galícia (construções celtas muito antigas). A Dama de Castro ou a Dama Encantada, é uma mulher jovem e muito bela, que as vezes, aparecia na forma de um animal, ajudava e atendia a todos que passavam perto de sua vivenda. Ela sempre prefere aparecer quando sabe que a pessoa se encontra em algum aperto ou está asfixiada por alguma desgraça, daí ela anuncia-se assim: -"Não tenhas medo, pois sou a Dama do Castro!" E depois oferece a ajuda ou um conselho para que a pessoa possa resolver seu problema. A generosa Dama também é protetora das crianças, que estando sós, possam correr algum perigo.

FADAS: DAMAS BRANCAS
Família de fadas natural do norte da Europa, sobretudo da Alemanha, onde recebem o nome de "Weisse Fragüen". Vivem em regiões próximas de castelos antigos, nas pequenas aldeias e em árvores e arbustos. São altas e esbeltas, de aspecto muito agradável. Possuem uma grande luminosidade branca em torno de todo o corpo e é por isso que se diz que elas possuem um corpo que parece imaterial. Estão sempre vestidas com a cor branca e cobrem a cabeça com um véu também de cor branca. Há quem as considerem como fantasmas das fadas. São fadas benévolas e identificadas com as boas fadas. RITUAL: Coloque pétalas de uma flor branca dentro de um pratinho com água na porta de sua casa, pedindo renovação de energias e muito amor.

FADAS: DAMAS VERDES
Família de fadas muito etéreas que são as que têm contato com o ar. Alguns investigadores as consideram elementais do ar. Só habitam os castelos em ruínas em seus jardins, por isso sua vestes são de cor verde. São altas, belas e graciosas. Vivem, sobretudo, na zona leste da França e na Inglaterra. Seus deslocamentos são muito rápidos e para realizá-los aproveitam o impulso do vento. Uma das mais famosas é a Dama Verde de Caerphilly, que se transforma em uma planta quando tem que abandonar o castelo em ruínas onde habita, aparecendo como hera. RITUAL: Traga um plantinha nova para sua casa e cuide dela com muito carinho.

FADA: DAVEY
A fada Davey possui um rosto infantil e seu olhar revela os impulsos elementares de sua atividade. Se adorna com uma coroa de pétalas de margarida e um colar das mesmas flores. Possui grande energia que é capaz de compartilhar com quem a vê.

FADA: DAISY
A fada Daisy é descrita como uma menina de rosto infantil e loira. Usa uma blusa da cor verde, graças a qual pode camuflar-se entre as folhas e ervas. Representa a beleza, a fidelidade e a pureza.

FADA: DEIVE
Fada lituana de tamanho semelhante a uma mulher normal, muito bela, com grandes olhos azuis e cabelos compridos, Ela gosta de ajudar as mulheres quando estão próximas de dar à luz e cuidar de seus filhos.

FADAS: DONZELAS CISNES
A história da Donzela cisne se encontra em todo o mundo, porém na Grã Bretanha é encontrado principalmente nos contos de fadas célticos. É possivelmente as histórias mais relatadas, sobretudo quando se quer relacionar uma fada com um homem e contar uma história de amor entre ambos, que geralmente não acaba bem. As fadas em forma de cisnes, viajam, a maioria das vezes, aos pares, ligadas por uma corrente de ouro e prata. Quando pousam na terra, tiram sua plumagem e parecem nuas, perto de lagos ou cursos de água. O cisne é uma das formas mais usuais que tomam as fadas, porém também podem aparecer como pombas ou perdizes. As fadas cisnes são portadoras da felicidade.

FADA: ELLYLLON
É uma fada diminuta que vive no País de Gales e se alimenta de cogumelos e da manteiga que as fadas extraem das raízes das árvores velhas. Vivem nos bosques, perto das colinas, em regime de comunidade. Essa fada restitui a força e o entusiasmo pelo trabalho. Conduz ao caminho da prosperidade e afugenta a má sorte. Ritual para obter seus favores: frite cogumelos com manteiga e coloque próximo de que qualquer árvore ao lado de uma vela verde acesa.

FADA: FIEMME
Fiemme é a fada protetora das crianças, amante do fogo, que adora fazer fogueiras com ervas aromáticas. Ritual: recolha fios de cabelo de seu filho ou filha de uma escova. Confeccione uma vela derretendo parafina em banho-maria, colocando dentro os fios de cabelo e invocando a fada Fiemme para protegê-lo(a). Quando terminada a vela leve-a até o quarto de seu filho(a), quando ele(a) não estiver, mas ainda não a acenda. Somente no quinto dia deve acendê-la quando seu filho(a) não estiver em casa. A vela se consumirá rapidamente e você nesse momento deve mentalizar todo seu amor por ele(a) e pedir que a fada o(a) proteja de qualquer dano físico. Para adicionar mais proteção à toda sua família, visualize um dragão adormecido com seu luzidio corpo verde enroscado em torno da sua casa.

FADA: FYLGIA
A Fada Fylgiar é conhecida na mitologia nórdica por ser muito brincalhona. Se acredita que toda fada escolhe um protegido, um familiar, com o qual se une desde o nascimento, acompanhando-o por toda a vida. Segundo as lendas, Fylgia avisava sobre os acontecimentos, tanto os bons quanto os ruins, podendo chegar inclusive a revelar como será sua morte. A Fada serve ao seu protegido, tornando sua vida cheia de milagres, surpresas e o ajuda a descobrir o desconhecido.

FADA: HOLDA
Holda é uma fada alemã doméstica que ajuda as famílias que habitam as casas onde escolhe para viver. Ela é a fada protetora contra intrusos, falsos amigos e energias negativas que possam afetar a saúde da família. É muito leal e laboriosa. Se conhece também pelo nome de "werre". Ritual: compre um sinhinho de metal e ate-o com uma fita azul no alto da porta de entrada. Toda vez que uma visita indesejada for a sua casa, basta soar três vezes o sino para invocar Holda. Depois, deves limpar o sino com essência de frutas em sinal de agradecimento por sua proteção.

FADA BRIGID
Deusa-Fada irlandesa associada com a época de nascimento dos cordeiros e com a vinda da Primavera. Conhecida como uma fada do lar, que representava o fogo sagrado, a cura, a poesia e a inspiração. Também era protetora dos ferreiros. Foi tão amada pela Igreja primitiva que acabou convertendo-se em Santa Briget da Irlanda. Seus símbolos são a haste e a roca de fiar, a chama sagrada, o pote de fogo e seus sapatos de latão. Ela foi a primeira a usar o assobio para chamar alguém à noite. Ritual de Proteção: Acenda um incenso de verbena ou uma vela laranja, em uma quarta-feira, pedindo luz e sabedoria.

FADA: GERALDINE
Geraldine é descrita como uma jovem menina morena, de rosto ovalado que denota sua delicadeza e sensibilidade. Apresenta-se sempre vestida com as cores do gerânio. Essa flor, unida às fadas, é símbolo de fidelidade, vigilância e longevidade. Geraldine. É descrita como uma jovem menina morena, de rosto ovalado que denota sua delicadeza e sensibilidade. Apresenta-se sempre vestida com as cores do gerânio.Essa flor, unida às fadas, é símbolo de fidelidade, vigilância e longevidade.

FADA: GIRLE
Girle é uma fada doméstica, que aparece unicamente à noite para ajudar a completar os trabalhos que os fazendeiros deixaram de concluir durante suas tarefas diárias. Está diretamente associada com a prosperidade das famílias que escolhem para viver. Deve ser invocada sempre que estivermos passando por um grave problema financeiro. Ritual: faça ou compre um pão pequeno coberto com sementes de gergelim e deixe sobre a mesa da cozinha em uma cestinha ou prato branco. Mas antes, chame-a pelo nome e conte-lhe sobre as dificuldades que passa no momento.

FADA: GLAISTIG
Fada inglesa aquática conhecida como a "Mulher Cinza". Pode adotar diferentes formas de animal, fundamentalmente a cabra, embora geralmente se apresente sob a forma de uma mulher fascinante que possui metade do corpo humano e a outra metade de cabra. Veste uma túnica comprida da cor verde que cobre suas patas caprinas. Ela é por vezes, considerada perigosa e cruel e gosta de seduzir os homens que a vêem, atraindo-lhes com sua beleza para fazê-los dançar até que enlouquecem para depois beber seu sangue. Há duas Glasting muito especiais, que têm nome próprio. Se trata de Marga Powler e Juanita Dientes Verdes. Ambas se caracterizam por ser de cor verde e por arrastar as pessoas ao centro das correntes da água as pessoas, onde as afogam.

FADA: GLASTINGS
Fada irlandesa doméstica de caráter benévolo. Ela gosta de entrar em contato com os anciões e as crianças. Também costumam vigiar os rebanhos da propriedade das famílias com quem vive, para que não escape nenhum animal. Glasting é uma fada amável que nos apóia e nos ajuda quando mais necessitamos. Ela favorece ainda a resolução de problemas e obtêm resultados positivos de situações repentinas. Ritual: Durante todo o dia, coloque três flores azuis num vaso e faça pedidos.

FADA: GWRAGGED ANNWN
Pertence a família das donzelas do lago, é uma fada aquática bela e desejável, de longos cabelos de fios dourados. É uma ninfa que vive no fundo dos lagos e só sai de vez em quando para pentear seus cabelos nas margens, sendo muito difícil contemplá-las, já que ao menor ruído voltam para água. Essa fada é muito sábia e conhece as propriedades das ervas medicinais. Ritual para obter seus favores: vestindo uma roupa azul, vá até a borda de um lago ou rio e deposite na beirada um saboroso pão quentinho.

FADA: HABETROT
Habetrot é uma fada protetora das fiandeiras na fronteira escocesa. Dizia-se que qualquer vestimenta feita por ela era um remédio que curava todas as enfermidades. Ela apresenta-se como uma fada anciã de aspecto desagradável, com nariz e lábios muito grandes, dentes tortos, cabelo desalinhado. Habetrot vive debaixo de uma pedra, numa caverna, perto de um rio, onde há outras anciãs fiando. Ritual para obter seus favores: Você deve encontrar uma pedra e acender ao seu lado, uma vela azul. O espírito da fada estará na pedra, que se tornará um grande talismã.

FADA: HABUNDIA
Habundia é uma fada rainha da água, responsável pela chuva, neve e a umidade da terra. Pode ser vista na beira dos rios e lagos. Ela era considerada uma fada associada à fertilidade humana e a prosperidade, pois protegia as colheitas e os rebanhos do povo rural. RITUAL: para invocar Habundia faça você mesma um bolo qualquer, corte um pedaço e encha um cálice com água e mel, procure uma grande e velha árvore e deposite a oferenda. Saia sem olhar para trás.

FADA: HAM
Fada da Noruega de caráter doméstico, invisível para todos, podendo ser somente vista pela pessoa que ela acompanha e permanece por toda a vida. É um tipo de fada madrinha que ajuda em diferentes tarefas que o afilhado deva realizar.

FADA: HAMINGIA
Fada irlandesa que acompanha por toda a vida um indivíduo, sendo sempre invisível. Elas só aparecem no momento da morte da pessoa. É muito semelhante a Ham da Noruega.

FADA: HOLDA
Fada alemã doméstica que ajuda as famílias que habita a cada onde escolhe viver. É conhecida também pelo nome de "werre". Holda é a Rainha dos Silfos, os seres etéreos que habitam o ar. Ela é similar a Deusa Frigga dos nórdicos. Personifica o tempo. Quando neva se diz que a fada Holda está agitando sua capa de penas É uma fada de inverno que apresenta o aspecto de Anciã da Lua. Entre as tribos norte-germânicas, dizia-se que ela cavalgava com Odin na Caçada Selvagem. O azevinho lhe foi consagrado. Governa o destino, as artes, a magia negra e a vingança.

FADA: HULDRA
Fada escandinava do bosque, de grande beleza e linda voz. Ela gosta muito de cantar canções melodiosas e ajuda nas tarefas domésticas dos agricultores, sobretudo cuidando do gado.

FADA-SEREIA: HAVMAND
Sereia que habita às costas da Groenlândia. É descrita como uma mulher muito bela, com cabelo muito longo e de olhos verdes ou negros. Ela gosta de ficar sentada nas rochas da costa.

FADA: IRENE
Fada da rosa silvestre, arbusto espinhoso, mas muito apreciado por suas propriedades medicinais que tem. Pertence as fadas das flores de outono. Se apresenta como uma criança de pele morena com uma túnica presa por uma cinta de tom alaranjado. Possui asas de borboleta e seus pés estão sempre descalços. RITUAL: Irene é uma fada-criança. Para trazer para dentro de sua casa toda a sua alegria lhe ofereça um prato com doces e balas, que deve ser deixado em um jardim perto de sua casa.

FADA: IRIS
Fada que aparece em diferentes culturas européias, nas quais se relaciona com o arco-íris. Pode voar pelos ares como se trata-se de uma mensageira celeste. Chega com um vestido com as cores do arco-íris e com asas totalmente transparentes, que ao serem agitadas, permitem ver refulgir as diferentes cores. Vive só e dificilmente é visível aos olhos humanos. O arco-íris era a ponte que ligava o Outro Mundo (Asgard) com a Terra (Midgard). RITUAL: Desenhe em um papel virgem um arco-íris e o pinte com as 7 cores. Logo abaixo escreva um desejo à lápis e deixe-o embaixo da primeira árvore que passar em seu caminho. Seu desejo será levado até a fada Iris.

FADA: JOAN
Joan é uma fada muito serviçal e ajuda todas as pessoas que se perdem no campo, ajudando-os a encontrar o caminho. Ela pode ser invocada ainda, quando necessitarmos fazer uma escolha ou tomarmos uma decisão na vida, do tipo escolher uma profissão, trocarmos de emprego, etc. É Joan que dita o melhor dos destinos e nos acompanha nas difíceis escolhas. Ritual: frite um pastel de queijo e passe-o em uma calda de mel. Depois coloque-o em um pratinho branco e deposite-o como oferenda em qualquer praça ou jardim próximo de sua casa. Depois é só aguardar e ouvir a voz de seu coração, ou seja, da voz soprada pela fada Joan.

FADA: JURASMATE
Fada aquática que vive na Lituânia. Se dedica a cuidar dos seres marinhos. Se você tiver algum peixinho ou tartaruguinha de estimação é a ela que deve invocar para cuidar de sua saúde.

FADA: KASAGONAGA
Fada argentina que habita zonas aquosas dos Pampas. Recorda muito mais um elemental do ar do que uma fada por seu poder sobre os fenômenos climatológicos. Ela possui poder sobre os ventos e possui a capacidade de atrair a chuva. RITUAL: Escreva três pedidos em um papel azul e depois queime-o em uma vela azul. As cinzas devem ser jogadas na água e a vela deve queimar por inteiro.

FADA: KHADEM QUEMQUAMA
Fada marroquina que gosta de vigiar as crianças enquanto dormem e pode fazê-los despertar, causando susto e pranto.

FADA: KODDINHALTIA
Fada que habita as zonas agrícolas da Estônia e Finlândia. Ela gosta de ajudar nas tarefas do campo e as famílias com as quais vive. Cuida e protege os agricultores.

FADA: KOLYADA
Fada centro-européia que somente aparece durante o inverno, quando a neve já cobriu os campos. É vista vestida com roupas brancas, por isso é muito difícil de vê-la.

KORRIGAN
Fada guardiã das fontes e dos arroios da costa atlântica espanhola e francesa. Medem sessenta centímetros. Têm o corpo bem proporcional, com cabelo longo e vermelho. Saem dos prados para dançar nas noites de lua cheia, quando concedem as águas poderes curativos. RITUAL: Consiga uma pedra qualquer e coloque dentro de uma bacia branca. Aguarde que chova e deixe-a na rua por uma dia e uma noite. Na manhã seguinte, retire a pedra e guarde-a como talismã. A água deve ser jogada num vaso de plantas ou em um jardim.

FADA: LAURA
A fada Laura é considerada a lavadeira de sua comunidade, já que é quem recolhe, lava e perfuma as roupas de suas companheiras. Ela pertence ao grupo de fadas de flores de jardim e é descrita como uma menina de rosto doce, magra, vestida com um traje curto da cor malva como a lavanda e uma saia feita de flores dessa planta. Seu sorriso é de otimismo e afeto. RITUAL: Para agradá-la coloque um pratinho com mel na janela.

FADA: LEANAN SIDHE
Leanan é uma fada irlandesa muito bonita, sendo considerada por alguns autores como a Lhiannan-Shee da Ilha de Man. Se acredita que essa fada, espírito da vida, é a inspiradora dos poetas e cantores. Porém, vai aos poucos consumindo-os causando-lhes uma morte prematura. Ela sempre aparece toda vestida de branco e apresentando um longo e brilhante cabelo dourado. Essa Fada é também protetora dos namorados, favorece os idílios e evita pequenas discórdias que atrapalham a felicidade do casal. Ritual para obter seus favores: Invoque-a mediante a recitação dos seguintes versos: “Fada loira e Dama Brilhante; traga o amor que para mim foi destinado”. Depois acenda uma vela cor-de-rosa e deixa-a queimar até o fim.

FADA: LHIANNAN
Fada da ilha de Man. De caráter malévolo, é descrita como uma mulher de longos cabelos loiros, que se faz visível quando quer. Sua visão é irresistível aos homens. Acompanha um homem por toda a vida e pode fazê-lo ficar louco.

FADA: LICKE
Licke é uma fada-cozinheira inglesa, pequena e gordinha, de caráter pacífico e com sentimentos amorosos para com os seres humanos. É mencionada na Lista das Fadas de Allies. Sendo uma fada cozinheira, oferecendo-nos os prazeres da fartura e da abundância. Ritual para obter seus favores: ofereça-lhe uma moeda dourada que não deve ser usada até o mês seguinte ou realize uma oferenda de carne cozida que deve ser colocada debaixo de uma árvore frondosa.

FADA: LIMETREE
Fada inglesa muito rápida, de pequeno tamanho. É muito bela e produz a quem a vê a sensação de calma e doçura. Vivem perto do tronco das árvores mais anciãs.

FADA: LUNANTISHEE
Família das fadas encarregadas de cuidar dos arbustos do abrunheiro-bravo e não permitem que ninguém corte um ramo no dia de Todos os Santos, nem em 1 de maio. Se alguém se atrever a cortar um ramo dessa árvore, a vingança de alguma das Lunantishee não deixará de produzir-se.

FADA: MAB
É uma linda fada diminuta que possui uma carruagem que é conduzida por insetos e é governante das fadas que fazem nascer os sonhos. Ela é a parteira que com sua magia assiste o nascimento de todos os seres feéricos. Da mesma forma, para os humanos, favorece todas as formas de renovação e renascimento. Mab é a rainha dos elfos que moram nas raízes das árvores. Coloque oferendas (podem ser frutas doces e pedrinhas coloridas) na raiz de uma árvore. Essa fada favorece todas as formas de restabelecimento e faz acelerar a realização de nossos êxitos financeiros.

FADA: MAYA
Maya é a fada do trevo amarelo que compõe um grupo de fadas de flores silvestres. É descrita como uma menina de olhar compreensivo, que expressa harmonia em seus olhos, enquanto deixa entrever um tímido sorriso em sua boca. Maya representa toda a doçura do mundo natural das flores do campo. RITUAL: Acenda uma vela amarela com seu nome gravado de cima para baixo e um incenso de flores. Depois pode fazer mentalmente um pedido.

FADA: MBRINA
Mbrina é uma fada doméstica que pode adotar a forma de uma mariposa noturna ou uma lagartixa e gosta de viver nas zonas mais escuras e escondidas de nossas casas. É uma fada de transmutação, que igual aos gatos sagrados, transmutam energia negativa em positiva. RITUAL: Para chamar sua atenção deixe à noite um pratinho de leite com mel em um cantinho bem resguardado de sua casa.

FADA: MEG MULLACH
Meg Mullach é mencionada pela primeira vez em as "Miscellanies" de Aubrey como uma fada que habitou muito tempo o castelo de Tullochgorm, propriedade dos Grants de Strathspey. Seu nome significa “a peluda”, por seu abundante pêlo. Apresenta pele escura, rosto enrugado, não possui nariz e mede em torno de sessenta centímetros. Dirige as criadas da casa e serve as comidas como por arte de magia. É a melhor aliada na organização de festas. Essa fada infunde entusiasmo e ânimo festivo, transmite vitalidade e sabedoria popular. Ritual para obter seus favores: Enfeite seus vasos de flores com pequenos laços de fita vermelhas.

FADA: MELIOR
Melior é a fada filha de Presina e irmã de Melusina. Ela foi castigada pela mãe à guardar até o fim dos tempos um gavião prodigioso em um castelo da Armênia. Mas ela não se conformou com seu destino e valendo-se de suas artes mágicas foi morar com suas outras duas irmãs na Ilha de Avalon. Melior é a Dama dos Silfos que contagia nossas vidas com muita alegria, favorecendo também os êxitos duradouros.

FADA: MORRIGAN
Morrigan é uma das formas que toma a antiga Deusa guerreira irlandesa Badb. Foi ela que infundiu força e valor sobrenatural a Cuchulain, que deste modo ganhou a guerra pelos Tuatha de Danann, as forças do bem e da luz, e derrotou os escuros Fomorianos, as forças demoníacas do mal. Ela está associada com a vara de comando da rainha, bancos de areia, vegetação oceânica, raias e baleias. Seus símbolos são as árvores ao longo da linha da praia e, especialmente, árvore de cipreste, conchas do mar e corvos. Morrigan possui inúmeros poderes e quando invocada ajudará a todos, principalmente às mulheres, a realizar sua própria magia. Use sua forma como a de corvo ou gralha (figuras ou imagens), e velas pretas como uma ferramenta mágica. Dia 30 de outubro é o dia de Morrigan, patrona das Sacerdotisas. Acenda um incenso de absinto e uma vela de cor escura, pedindo renovação. Quando a vela de cor escura queimar por completo, acenda uma vela laranja. Essa fada confere as virtudes do brilho pessoal, da dignidade e da confiança. Ritual para obter seus favores: faça pequenos travesseirinhos de algodão e no dia 16/07 coloque-os dentro das flores, local que serve de dormitório para as fadas. No dia seguinte, eles estarão impregnados com a magia das fadas e serão ótimos talismãs.

FADA: NANNY BLUE
Nanny Blue é uma pequena fada inglesa, que na noite de 21 de fevereiro pode entrar em seus sonhos e presentear-lhe com mensagens reveladoras e fantásticas.Nessa noite, durma com um carretel de linha azul no lado esquerdo da cama.

FADA: NUNUI
Nunui é uma fada da Amazônia que possui um lindo rosto, mas é entretanto, bem obesa de corpo. Ela cuida da natureza e dos animais. Devemos invocá-la sempre que nosso jardim ou animais domésticos estejam doentes. Ritual: para convocá-la basta chamar seu nome e deixar um pequeno presente em qualquer jardim. Jogue balas de mel, ou moedas de chocolate em qualquer vaso florido.

FADA NUBYH
Nubyh é uma fada muito poderosa para outorgar sabedoria. É também muito simpática, gentil e bondosa. Uma mãezona que podemos contar em todas as horas mais difíceis de nossas vidas. Devemos invocá-la sempre que tivermos dúvida sobre qualquer situação, pois ela lhe ajudará a seguir o melhor dos caminhos. Ritual: Acenda uma vela verde e chame seu nome em voz alta. Escreva seu problema em um papel branco à lápis e depois queime o papel na chama da vela. Jogue as cinzas em qualquer jardim e aguarde os resultados.

FADA: OONAGH
Fada irlandesa esposa do rei das Fadas, Finvarra, que governa todas as fadas do Oeste. É muito bela, tem o cabelo dourado muito comprido, tanto que chega quase até o solo. Aparece sempre vestida com um traje prateado que brilha como se fosse bordado de diamantes, porém são gotas de orvalho que lançam lampejos.

FADA: PARADIS
Paradis é a misteriosa fada-rainha do universo do fogo. Ela nos ajuda a superar os obstáculos mais difíceis ao ser invocada. Todos os protegidos dessa fada, possuem o dom de superar ou contornar dificuldades e obter um êxito inesperado. A Rainha dos Espíritos da Salamandra, tem a propriedade de destruir a maioria dos obstáculos que encontramos na vida.

FADA: RUCHELLA
Ruchella é uma fada muito pequena e gulosa. Ela circula em torno da casa, espiando nas janelas com medo de entrar. Quando, por fim, entra, vai direto para cozinha, procurar algo doce para comer. Quando tratada com carinho, essa fada protegerá toda a mulher grávida que habita a casa. Cobrindo-a com seu manto, não deixará que nada altere o bom desenvolvimento do feto até o parto. Ritual: deve ser invocada meses antes do parto, preferencialmente três meses antes, oferecendo-lhe todas as noites de lua cheia dos respectivos meses, um pratinho com leite, acrescentando algo doce como: mel ou chocolate em pó. Coloque o prato em um canto da cozinha. Todas as manhãs jogue fora na pia a oferenda da noite anterior e recoloque uma nova.

FADA: SELKIES
Fadas próprias da Escócia e das ilhas próximas a sua costa, Orcadas e Shetland. Possuem forma humana, embora vistam uma pele de foca para poder viver entre os arrecifes e nas profundezas marinhas. Podem adotar qualquer dos sexos, porém gostam de aparecer como uma jovem de grande beleza quando se desprendem da pele de foca e caminham pelas praias. Elas atacam os barcos dos pescadores para vingarem-se das focas que foram mortas por suas mãos. A fada da pele de foca pode apaixonar-se pelos mortais como nenhuma outra, porém ama o mar e pode abandonar o marido e os filhos para retornar ao lugar que considerada como seu único lar. A Selkie favorece os amores apaixonados e duradouros. Ritual para obter seus favores: Ofereça uma flor branca às ondas. Se não puder estar junto ao mar, coloque uma flor em um prato com água, sal e pétalas de flor branca. Peça renovação das energias e muito amor.

FADA: TANSY
Tansy faz parte a série de fadas das flores silvestre dentro de uma lista criada pela estudiosa e artista inglesa Cicely Mary Barker (1895-1973). É descrita como uma menina de olhar atento, cujo rosto inspira confiança e serenidade. Considerada muito trabalhadora, ela gosta de viver em comunidade. Se veste com roupas feitas das folhas do tanaceto, levando na cabeça uma coroa feita também com as folhas da planta.

FADA: URGANDIA
A fada Urgandia tutela o universo das grutas e montanhas de quartzo em seu estado mais puro, quando suas propriedades receptores de energia do universo são ótimas. É por isso, que a poderosa Fada Urgandia favorece a força física e a resistência. Proporciona à todos que a invocarem o êxito material completo. RITUAL: Encontre uma pedra qualquer, acenda uma vela verde ao seu lado. Depois que a vela queimar por completo, guarde a pedra como talismã da sorte.

FADA: XINAUN
É uma fada chinesa que vive escondida em seu palácio nas montanhas. Sua casa é de cor púrpura e ela guarda tesouros. Gosta de adornar seu vestido com plumas e dançar à luz da lua. Pra transladar-se de um lado a outro se disfarça de nuvem. Sua missão é outorgar força e ousadia.
Lull – A Fada Protetora
Seu nome significa “ninar”, e ela é a babá das fadas bebés; suas qualidades feéricas relacionam-se com o cuidado das fadas menores e a proteção de todas as criaturas que procuram refúgio.
A través de seus poderes mágicos, transmite a sua fortaleza interior e a sua segurança, construindo um manto protetor ao redor da aura de cada ser.
Sob seus cuidados, não ha nada que temer.
Licke – A Fada Cozinheira
Esta fada é especialista na preparação dos alimentos; ela cozinha deliciosos pasteis que entrega aos benfeitores.
Também elabora pão com farinha de trigo, torrada na luz da Lua, prepara rosas açucaradas, e pudins de ervas.
As vezes pega emprestado de seus vizinho humanos, farinha de aveia, e depois devolve o dobro pela gentileza; por isso sempre é bom ter aveia guardada no armário.
Suas comidas possuem o encanto dos seus poderes mágicos, e se uma pessoa prova dos seus manjares, fica extasiado pelo se feitiço.
Skilly – A Fada Capturada
Esta Fadinha, foi pega por um camponês enquanto ela dormia; ciumento do seu achado, encerrou-a num galpão, e colocou um gato preto para cuidá-la.
Sem saber dos hábitos do país encantado, todos os dias o camponês lhe deixava um prato com sementes e outro com água; obviamente a fada não comia.
Cada dia que passava, ela ficava mais fraca, mas com a força suficiente para criar um plano e escapar.
Começou então a guardar a comida, com a esperança de construir uma arma que a salvaria.

Com a ajuda das aranhas, fiou um tecido ao qual deu a forma de um rato, e depois recheou-o com as sementes acumuladas.
Uma noite, quando o camponês entrou no galpão, ela jogou uma pedrinha, que manteve a porta entre aberta.
Ali colocou o rato para que o gato o visse; apenas o felino o enxergou, saltou e empurrou a porta para pegá-lo.
Enquanto o gato distraiu-se com su falsa presa, Skilly escapou e retornou ao pais encantado.
Sili Ffrit – A Fada que Conhece os Nomes Secretos

Ela é uma das fadas mais respeitadas e temida, pelos maus espíritos, já que pode destruí-los, somente conhecendo seus nomes secretos e as claves mágicas dos seus feitiços.
Desfaz conjuros e encantamentos malignos, mas não pode revelar a ninguém os seus conhecimentos, pois se isso acontecesse, perderia automaticamente os seus poderes.
Por isso, muitos bruxos tentam tirar-lhe as suas faculdades, transformando-se em esquilos do bosque, ou em crianças perdidas, que utilizam inocentes jogos de palavras, para que a fada revele o que não lhe está permitido.
Mas Sili Ffrit descobre o engano e castiga aqueles ingênuos personagens.









Fontes: http://magiabruxa.com/ , http://www.astrologosastrologia.com.pt/elementais=temas1/a&e-elementais=21=nomes_das_fadas.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário